Irmã Piedade

Irmã Piedade

ir piedade

1926 – 2015

Diretora emérita do INSD

Nome civil: Maria de Lourdes Mello Moraes, nascida aos 21 de abril de 1926, no município de Caeté, Minas Gerais. Filha de Júlio de Melo e Alice Hemétrio de Morais Melo.

Antes de completar um ano de vida sua família foi morar em Santa Bárbara/MG. Seus pais tiveram 04 filhos: Maria Aparecida (Ir. Auxiliadora), Maria Auxiliadora (Dorinha), ela (Maria de Lourdes) e Maria Alice. Contava com 08 anos de idade quando perdeu sua mãe, aos 13 de maio de 1934. Sua mãe estava, nesta data, em Itabira em casa de sua irmã tia Dodona.   Irmã Auxiliadora e Ir. Piedade já eram internas no Colégio Nossa Senhora das Dores em Itabira. Aos15 anos se formou em professora.

“Eu tinha 07 anos quando fui estudar em Itabira no CNSD. Meu pai e meu tio Zezé conversaram com as irmãs do Asilo de Santa Barbara e com a Madre Maria de Jesus sobre a possibilidade de eu ir interna com Ir. Auxiliadora para Itabira. Houve muita dificuldade por parte das irmãs de aceitar crianças de 06 e 07 anos no meio de moças internas, mas Deus trabalhou de maneira a nos libertar e fomos com a Madre Maria de Jesus para o Colégio Nossa Senhora das Dores em Itabira. Passei a minha vida toda de estudante no Colégio. Até os quinze anos eu estudei e durante este período eu me decidi a entrar para o Convento. Animada pelas histórias que a Ir. São Gabriel nos contava sobre os missionários resolvi ser missionária para ir para as missões. Após a formatura no próprio colégio, aos quinze anos, no dia 08 de dezembro terminando a festa, ingressei entre as missionárias.  Nada sabia, nada conhecia do mundo.

Que alegria eu sinto ao lembrar as maravilhas que Deus fez em mim durante a minha vida. Dou graças a Deus por ter me chamado de modo especial para a Vida Religiosa. Todos os dias eu rezo e agradeço o chamado divino.

Agradeço o cuidado que Deus e Maria tiveram comigo me livrando do mal e dando-me felicidade.

Sou incapaz de dizer toda felicidade que reina em minha alma de ser esposa do Deus magnifico.

Agradeço a presença do Espírito Santo iluminando meus passos, louvo a Deus e lhe agradeço as maravilhas realizadas em minha alma”.

 Ir. Piedade

Testemunho da Irmã Inaura sobre a vida de Irmã Piedade

       São tantos os sentimentos que invadem o nosso coração, que se torna muito difícil numa hora destas dizer quais são: abatimento, amargura, tristeza, pessimismo, mas sobretudo uma saudade imensa já vem se aproximando, invadindo o nosso coração.

Deus tem um plano para nossas vidas. Precisamos aprender a não ter medo de nos abandonar nos braços do Pai, a ter confiança n’Ele e a depender de Seu amor por nós. Aprender a sofrer as “demoras de Deus.” E saber que a vontade dele é maior que a nossa.

Deus estendeu sua mão, e agora Ir Piedade caminha com Ele. É a hora do adeus. Já sentimos a sua falta. Ainda é difícil raciocinar que não teremos mais essa pessoa tão especial conosco, parece que amanhã mesmo ela vai estar no seu trabalho, na capela, na sua sala, com os professores, alunos e funcionários. Com seu jeito único de ser, para ela tinha tempo ruim sim, mas sempre quebrava as barreiras e permanecia firme e forte contra qualquer dificuldade. Sua vida entregue a Deus e às pessoas revela a grandeza de sua alma, expressa em sua generosidade, sua busca coerente de santidade, sua delicadeza e atenção para com todos, seu testemunho de consagrada, seu exemplo de mulher realizada, sua fidelidade ao Carisma de Madre Maria de Jesus.

Ir. Piedade foi uma grande mulher, deixou-nos seu exemplo de uma vida entregue a Deus e à missão que Ele lhe confiou. Como diretora, tudo fazia em favor da educação integral dos alunos. Com seu amor ao trabalho que desempenhava de modo incansável, ela dignificou o cargo que tão sábia e merecidamente ocupava. Dedicada, exigente, gostava das coisas bem feitas e  estava sempre disposta a atender a todos que a procuravam. Quantas vezes  revelou, com seu testemunho, o cuidado na vivência da fraternidade,  expresso na lembrança de cada aniversário, de cada acontecimento importante na vida das pessoas! Seu jeito firme e acolhedor, o carinho com que recebia as crianças e a inteligência nas decisões. Sentiremos saudades de suas palavras firmes, mas serenas e sábias. Sentiremos falta de sua presença amiga de todas as horas. Sentiremos falta de seu estímulo esperançoso na missão de educar evangelizando. Deixou seu exemplo de trabalho, força e fé. Com certeza Deus a recompensará por todo o bem que ela aqui praticou.

É então que vem um vazio, uma falta… algo apertando dentro da gente! Ir. Piedade, estamos procurando a senhora  na residência  das Irmãs, pelos corredores, na sua sala, na capela, na praça de esportes… Vamos ter que aprender a viver sem sua palavra de conforto, de alento, de sabedoria, sem o seu carisma, sem sua presença.

Queremos partilhar  nosso sentimento de dor, de saudade, de amizade com seus familiares, sobretudo com a nossa querida Irmã Auxiliadora.

Irmã, temos certeza de que o Pai  recompensará esta que é sua mas também nossa irmã, por todo o bem que realizou aqui na terra, por ter respondido bem ao Seu chamado e cumprido fielmente sua missão como cristã, como educadora exemplar, Missionária de Nossa Senhora das Dores. Com certeza todos nós colheremos, de alguma forma, os frutos das sementes que ela lançou nos caminhos  por onde passou, nas comunidades em que viveu, na Congregação e nos corações. Ir. Piedade foi como uma árvore que cresceu, firmou suas raízes, floriu e produziu abundantes e saborosos frutos. Estava madura para continuar produzindo mais frutos e madura para o encontro definitivo com o Pai. A senhora parte, mas sua presença permanece entre nós. Seu sorriso, seu silêncio e suas palavras. Tudo tem um significado imenso. Agradecemos a Deus o presente que sua vida foi para nós. Em nossos corações fica a certeza de que junto de Deus a senhora  continuará olhando por todos nós que a amamos. Fique com Deus! Receba dele a coroa da glória reservada aos que perseveraram na fidelidade e no amor.

Em nome das Missionárias de Nª Sª das Dores e de todos nós que a amamos,

Ir. Inaura

Endereço:

Rua Aturiá, 110 - Brás de Pina
Rio de Janeiro – RJ
CEP: 21012-150
E-mail:
insd@insd.com.br
Telefones :
(21) 2485-3910 / 2270-1343

Como chegar